Informação - Integração - Imparcialidade

- Advertisement -

Neste sábado, feriado de 2 de novembro tem Edição Especial do Projeto Criolice que vai receber o Grupo Galocantô no Parque de Madureira.

 

Neste sábado, feriado de 2 de novembro, a partir da15h, tem edição especial do Projeto Criolice na Arena Fernando Torres, no Parque de Madureira. O evento vai receber o Grupo Galocantô que está estourado em todas as rádios do Brasil com o sucesso “Vara de Família”. Nascido na Lapa, no ano 2000, o grupo já lançou três CDs e um DVD.

No repertório, sucessos como ‘A Caixa’, ‘Pão que Alimenta’, ‘Sempre Acesa’ e ‘Minhas Preces’. Além de sambas clássicos de outros artistas como ‘Alma Boêmia’ (Paulinho Resende e Toninho Geraes), ‘Lama nas Ruas’ (Almir Guineto e Zeca Pagodinho), ‘Se Eu For Falar de Tristeza’ (Beto Gago e Zeca Pagodinho), ‘Fogo de Saudade’ (Adilson Victor e Sombrinha), entre outros. O ingresso está sendo vendido a preço popular. R$10, na bilheteria da Arena Fernando Torres que fica na Rua Bernardino de Andrade, 200- Madureira. Mais informações com os organizadores do evento: Vander Araújo(21-96491-0091); Dayvison Gomes(21-97006-6964 e Rose Maciel(21-96426-9329. A classificação da festa é livre.

Considerada pela critica especializada como a maior roda de samba de raiz do Rio de Janeiro , o Projeto Criolice acontece todo terceiro domingo de cada mês com uma super Roda de Samba com os melhores músicos da cidade, Feira Afro, Feira Gastronômica e Parquinho com monitores especializados para maior segurança das crianças que vão acompanhadas dos pais para curtirem o evento.

Sobre o Galocantô:

O grupo surgiu no final da década de 1990, quando as rodas de samba eram cada vez mais raras de se encontrar pela cidade, com exceção de alguns focos de resistência no subúrbio. Foi numa Lapa deserta de público e repleta de histórias, que um despretensioso movimento de sambas na rua daria início à revitalização do bairro, e viria a torná-lo, mais uma vez, palco para uma nova geração de sambistas.
Com o comando de Ivan Milanês(In Memorian), baluarte da Velha Guarda do Império Serrano, iniciou-se uma série de encontros semanais que aconteciam na Rua Joaquim Silva, embaixo dos Arcos da Lapa, um dos principais cartões postais da cidade. Em pouco tempo, aquele encontro de toda quinta-feira começou a ganhar prestígio e a ser frequentado por gente importante como Luiz Carlos da Vila, Beth Carvalho, Claudio Camunguelo, Bandeira Brasil, Renatinho Partideiro, Zé Luiz do Império Serrano e Diogo Nogueira – ainda como um ilustre anônimo -, entre outros.

Foi nesse contexto que ocorreu a primeira formação do grupo, àquela ocasião batizada como nome de um clássico do poeta Luiz Carlos da Vila: Além da Razão. Somente em meados do ano 2000, uma referência bastante utilizada na música popular brasileira, especialmente no samba, inspiraria o grupo a encontrar seu batismo definitivo.

Passadas algumas formações e depois de se apresentar nas mais importantes casas de show e redutos de samba do Rio, hoje o Galo cisca pelos terreiros do Brasil afora com canções que marcam sua carreira, frutos de uma discografia de três CDs e um DVD – todos independentes – ao longo desses anos. No repertório dos shows, a mistura de músicas de seu trabalho autoral com clássicos dos mestres que os influenciaram, preserva a tradição do ensinamento oratório no samba.

O grupo hoje é formado por Leo Costinha – surdo e voz, Lula Matos – tantan e voz, Marcelo Correia – violão e voz, Jorge André – percussão e voz, e voz e Leandro Diaz – cavaco e voz.

Pablo Amaral e Edson Côrtes, na memória.

O local do evento:

A Arena Fernando Torres é toda estruturada, aconchegante, espaçosa, coberta e de fácil acesso para que vem dos quatros cantos da cidade, com farto transporte público na região. A Arena ao lado da entrada do portão 4, do Parque de Madureira próximo ao viaduto de Rocha Miranda.

Os músicos que integram a roda de samba do Projeto Criolice , é de primeira linha: Arifan Júnior,Marquinhos Lima,Alessandro Cardozo,Carlinhos 7 Cordas, Binho Pique Novo, Beloba, Makley Mattos, Maryzelia,Alex Almeida, Bruno Gama e Dirceu Leite.

Essas feras partem para o resgate de Paulinho da Viola, Nei Lopes, Monarco, Candeia, Aniceto, Luiz Carlos da Vila, Cartola, Guilherme de Brito, Nelson Cavaquinho, entre tantos outros. Sem falar no pout-pourri com canções de domínio público e outras tantas pinçadas dos terreiros de umbanda, candomblé e jongo.

O clima do Projeto Criolice ganhou notoriedade nas edições que foram realizadas entre as ruas K e L do Ponto Chic, em Padre Miguel. O evento é organizado por Rose Maciel, Vander Araújo e Dayvison Gomes com a assessoria de imprensa de Enildo do Rosário (Viola).

Serviço:

Projeto Criolice recebe Galocantô e semifinal do Concurso Vozes do Samba.

Data:sábado 2 novembro de 2019.

Horário: 15h

Ingressos a preço popular: R$ 10,00 Reais.

Local: Arena Fernando Torres – Parque de Madureira

Rua Bernardino de Andrade, 200- Madureira.

Horário: 15h até 22h.

Classificação: Livre.

Não temos reservas de mesas e nem cobramos por elas, as mesas são das pessoas que chegarem cedo e pegarem primeiro.

Lista amiga: https://www.facebook.com/events/501668517080376/

Parquinho grátis

No bar aceitamos cartões

Informações/whatsApp: (21) 96426-9329 – Rose Maciel

Nossos contatos:

Site: www.criolice.com.br

Email: criolice@bol.com.br

Telefones: 21 964269329/ 21 964910091

No Facebook:

Fanpage: Projeto Criolice

Grupo: Projeto Criolice

Perfil: Toca do Criolice de Padre Miguel

Canal Youtube: Projeto Criolice

Instagram: projetocrioliceoficial

Twitter: @projetocriolice

Google+: Projeto Criolice

Organização: Rose Maciel/ Vander Araújo/ Dayvison Gomes/ Enildo Rosário (Viola)

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

×
Ola
Mande sua noticia